Cubanos às urnas em defesa da democracia

cubaeleccionesOs cubanos estão convocados hoje para eleger mediante o voto secreto e direto os deputados ao Parlamento e delegados às Assembleias Provinciais do Poder Popular por um período de cinco anos.

Mais de oito milhões de homens e mulheres irão aos 24.470 colégios eleitorais habilitados em 168 municípios de Cuba, indicam dados oferecidos pela Comissão Eleitoral Nacional (CEN).

Dessa quantidade, uns 38.406 jovens exercerão pela primeira vez seu direito ao voto depois de sua inclusão no padrão eleitoral da nação caribenha ao cumprir os 16 anos de idade.

Nas eleições participarão mais de 200 mil autoridades eleitorais que foram capacitadas semanas atrás com vistas a garantir a qualidade e organização requeridas no processo.

Para esta oportunidade se utilizarão duas boletas: uma verde a fim de eleger aos deputados à Assembleia Nacional do Poder Popular (Parlamento) e uma branca para votar pelos delegados a assembleias provinciais.

Neste domingo, estudantes dos ensinos primário e secundário custodiarão as urnas durante a segunda etapa das eleições, a diferença de outros lugares do mundo onde são polícias e outras forças quem desempenham este papel.

Como novidade, neste ano se soma a figura do colaborador, função que assumirão milhares de alunos de nível médio e universitário com o propósito de contribuir ao aperfeiçoamento do sistema eleitoral cubano.

Na segunda etapa das eleições, estão nominados 605 candidatos a deputados ao Parlamento e 1.265 a delegados às Assembleias Provinciais do Poder Popular.

De ratificar-se todas as candidaturas à Assembleia Nacional, as mulheres representariam o 53,22% e desta maneira Cuba figuraria entre os parlamentos do mundo com maior participação feminina.

Ademais, 40,66% dos propostos são negros e mestiços, no entanto 234 candidatos estão vinculados de maneira direta à produção, ao setor não estatal, saúde, educação, investigação, bem como ao âmbito camponês.

Faz uma semana, a CEN realizou de maneira satisfatória a prova dinâmica efetuada com vistas às eleições gerais.

De acordo com a presidenta da essa entidade, Alina Balseiro, o ensaio cumpriu os objetivos pois se ativou a estrutura do sistema desde a CEN até as mesas eleitorais.

Segundo o previsto, o próximo 25 de março ficarão constituídas as Assembleias Provinciais do Poder Popular, em tanto, o Parlamento cubano se conformará o 19 de abril.

O passado 21 de janeiro as Assembleias Municipais do Poder Popular de Cuba efetuaram suas sessões extraordinárias para nominar aos candidatos a delegados às Assembleias Provinciais, bem como os deputados ao Parlamento.

Disposta pelo Conselho de Estado da República de Cuba, esta ação faz parte do processo de eleições gerais que leva a cabo a nação caribenha.

(Prensa Latina)

Via: Cubadebate (Português) http://bit.ly/2p92Ki1

Anúncios