Ampla mobilização contra a reforma laboral em França

No contexto da greve geral convocada pela CGT, quase meio milhão de pessoas participaram, esta terça-feira, em mobilizações por toda a França. Macron quer «flexibilizar o mercado de trabalho», respondendo aos anseios do patronato: criar emprego mais barato e descartável.

Ler artigo em: AbrilAbril http://bit.ly/2xxMw7I

Anúncios