ONU sublinha importância de solucionar o conflito do Sahara Ocidental

Nova Iorque, 06/09/2017 (SPS)- No seu relatório sobre a questão do Sahara Ocidental, apresentado à 73ª sessão ordinária da Assembleia Geral, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, sublinhou a importância de solucionar o conflito no Sahara Ocidental, expressando a sua vontade de levar as duas partes, a Frente Polisario e Marrocos, à mesa de negociações com “uma nova dinâmica”, com o objetivo de encontrar uma solução política que garanta a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental.

O secretário-geral afirma no seu relatório a “necessidade de solucionar o conflito do Sahara Ocidental o mais breve possível, para que a região possa enfrentar os desafios da segurança, económicos e o drama humanitário, mediante esforços coordenados”.

O relatório acrescenta que apesar das iniciativas dos sucessivos enviados pessoais do Sahara Ocidental no que se refere à criação do adequado quadro para a solução, não se registou avanço algum.

Neste âmbito, António Guterres informou a Assembleia Geral da ONU da recente evolução da questão, incluindo os obstáculos colocados por Marrocos à MINURSO e a sua violação do cessar-fogo em Guergarat (extremo sul do território do Sahara Ocidental ocupado).

O relatório destaca a vontade da Frente Polisario, único representante legal do povo saharaui, em reatar as negociações para solucionar o conflito.

Refira-se que o relatório do secretário-geral cobre o período de 1 de junho de 2016 a 1 de julho de 2017 e resume o último relatório sobre o Sahara Ocidental apresentado ao Conselho de Segurança da ONU.
Leia o Relatório Aqui: http://bit.ly/2eGUf8c

Este artigo encontra-se em: Sahara Ocidental Informação http://bit.ly/2j4MDRM

Anúncios