Não pagar salário não é crime na Grécia

A realidade dos salários em atraso na Grécia, comum no sector privado pelo menos desde 2011, alastrou à função pública com o aprofundamento da crise e a política de austeridade implementada pelo Syriza. Agora, o Supremo Tribunal decretou que é possível as empresas não pagarem aos trabalhadores.

Ler artigo em: AbrilAbril http://bit.ly/2vAIeez

Anúncios