A democracia na UE

Há uns dias a propósito da polémica sobre as “portas abertas” em Itália em relação aos emigrantes a ex Comissária europeia dos” assuntos externos”  Emma Bonino defendendo tal posição afirmou à comunicação social: ” Que os desembarques sejam todos efectuados em Italia , fomos nós que o pedimos. O acordo foi feito por nós e, ainda mais ,violando o de Dublin “
À margem de qualquer debate , de qualquer informação , quer no PE , quer no Parlamento Italiano , a Comissão e o Governo Italiano estabeleceram um acordo secreto do tipo : Nós recebemos todos os imigrantes , em troca teremos a flexibilização Orçamental , a flexibilização nas “resoluções bancárias”e apoios monetários…
Como se vê as santas regras europeias são elásticas  quando se trata de um grande país- a Itália é a Itália -, ou quando a UE está entalada ! 
Curiosas são as palavras de Renzi para a opinião publica Italiana : a Itália não pode receber todos os imigrantes , poderemos ter de encerrar os portos.. Palavras agora postas a nu pelas afirmações de Emma Bonino !
Mas o que há a esperar de uma U.E que tem como presidente da Comissão um ex primeiro ministro de um paraíso fiscal …
À consideração dos devotos do europeismo !

Este artigo encontra-se em: FOICEBOOK http://bit.ly/2wobjGN

Anúncios