Comissões e mais comissões

A Banca parasita
A banca, toda a banca multiplica as comissões , com o silêncio e o apoio  tácito do regulador. Elas que  são hoje um importante factor de receitas do sector financeiro . A Caixa juntou-se recentemente à pratica da restante banca . É o desendividamento  e a capitalização da banca e dos banqueiros feita à custa dos   depositantes . As razões  são conhecidas. Negociatas , ideia de que o sistema não teria mais crises ,”administrações de aviário “nomeadas pelo PS , PSD e CDS.
Foi agora declarada a falência do principal devedor da Caixa. 
Leia-se o que disse Faria de Oliveira (PSD) sobre tal empréstimo

O investimento da Caixa Geral de Depósitos no grupo espanhol La Seda foi “muito ditado pela expectativa de ter um projecto estruturante em Portugal, a Artenius”, hoje designada de Artlant, justificou Fernando Faria de Oliveira, antigo presidente do banco do Estado, na comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD. O banqueiro reconhece, no entanto, que “as suas consequências foram graves”.
O gestor que  conhecia o grupo por ser responsável pela operação do banco em Espanha, defende que “a empresa era, na altura, uma boa empresa. Com um projecto de expansão talvez demasiado ambicioso”, admitiu. Por outro lado, previa-se que a Artlant, projecto industrial sediado em Sines, vendesse 60% da sua produção à Galp Energia.
No total, a parceria da CGD com a La Seda, decidida durante o mandato liderado por Carlos Santos Ferreira e Armando Vara(PS) levou o banco do Estado a mobilizar quase 900 milhões de euros para os vários projectos daí resultantes. A Caixa investiu 121,3 milhões na La Seda e financiou a empresa em 75 milhões; na Artlant entrou com 25 milhões e reclama créditos de 520 milhões.
A Artlant, a gestora do projecto petroquímico de Sines a que a Caixa Geral de Depósitos emprestou pelo menos 520 milhões de euros, foi declarada insolvente. A decisão judicial foi tomada depois de, em 2015, ter sido aprovado um Processo Especial de Revitalização (PER) que visava a sua recuperação.
A sentença de declaração de insolvência da Artlant Pta, empresa constituída em 2006 pela La Seda de Barcelona, foi proferida na passada quarta-feira, 26 de Julho, no Tribunal da Comarca de Lisboa.
E Agora ? Aumentam-se as comissões…

Este artigo encontra-se em: FOICEBOOK http://bit.ly/2vTAEcf

Anúncios