CTB denuncia reforma trabalhista no Brics Sindical

Dirigentes sindicais também apresentaram a denúncia nesta quarta-feira (26) ao diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho, Guy Ryder. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) denunciou a reforma trabalhista do presidente golpista Michel Temer em solenidade de abertura do Encontro de Ministros do Trabalho e Emprego dosBrics, grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, realizado nesta quarta-feira (26) em Chongqing, na China. A entidade participa do Fórum do Brics Sindical, também realizado na China. Os sindicalistas brasileiros também se encontraram com o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder, e reforçaram a denúncia contra a aprovação da reforma trabalhista. O representante da CTB Mário Teixeira falou sobre os retrocessos e a ausência de diálogo com a população brasileira para a elaboração da reforma. “Além de enfraquecer as entidades sindicais laborais, esta reforma retira direitos e conquistas dos trabalhadores representando, assim, um profundo e inconstitucional retrocesso social”, disse o dirigente. Teixeira também falou sobre alguns dos principais pontos negativos da reforma como o desequilíbrio das relações trabalhistas, perda de direitos consagrados, flexibilização dos contratos de trabalho – com a consequente precarização de direitos – e o sepultamento da ultratividade na vigência dos instrumentos coletivos. “Ressaltamos que a reforma sugerida, […]

Ler artigo em: PORTUGAL / BRASIL – elcomunista.net http://bit.ly/2vJNmu6

Anúncios