Portugal: Enorme protesto contra a ALTICE

Mais de 5.000 trabalhadores do conjunto daqueles que, com o seu trabalho e saber, desenvolveram a Portugal Telecom como uma grande empresa pública, manifestaram-se em Lisboa, contra as práticas anti-laborais da ALTICE e contra os seus planos de destruir os postos de trabalho e a MEO/PT, que contou com a presença de uma delegação da FECTRANS e da CGTP-IN, que integrava o secretário geral da central sindical.

Foi uma grandiosa manifestação inserida num dia de luta na forma de uma greve de 24 horas, com adesões em todo o País acima dos 80%, havendo muitos locais com adesões a rondar os 100%, apesar da chantagem e das ilegalidades da ALTICE em torno dos chamados serviços mínimos, para os quais começou a destacar trabalhadores muito antes da existência do despacho ministerial.

Vindos de todo o País os trabalhadores e as trabalhadoras da MEO/PT exigiram o respeito pela sua dignidade, trabalho com direitos, melhores salários e exigiram a paragem da pressão psicológica sobre trabalhadores colocados sem funções e paragem dos despedimentos na forma das chamadas transmissões de estabelecimento, feita de forma ilegal e na base de uma interpretação abusiva de lei.

Ao longo do percurso onde se gritou ALTICE é ALDRABICE, os trabalhadores e as trabalhadoras reivindicaram a retomada do controlo público desta empresa estratégica para o País.

No final da manifestação e após as intervenções dos deputados dos grupos parlamentares dos Verdes, BE e PCP, o secretário-geral da CGTP-IN interveio reafirmando a solidariedade de toda a estrutura sindical desta central sindical, apelando à continuação da luta, comprometendo-se a que tudo faremos para ajudar nesta batalha em defesa dos interesses de classe de quemPT SolidariedadePAME Grecia trabalha e em defesa dos interesses nacionais.

Luta da MEO/PT atravessa fronteiras

Os sindicatos das telecomunicações pertencentes à PAME, organização sindical grega filiada na FSM – Federação Sindical Mundial, para além da mensagem de solidariedade anteriormente enviada, promoveram na manhã de hoje (dia 21) uma acção de protesto e solidariedade com a luta dos trabalhadores e trabalhadores da MEO/PT, em frente à embaixada portuguesa em Atenas.

Este artigo encontra-se em: WFTU http://bit.ly/2uunm5F

Anúncios