Protesto contra a precariedade na Universidade de Lisboa

Os trabalhadores científicos da Universidade de Lisboa concentraram-se junto à reitoria para exigir que a instituição cumpra a lei e ponha termo aos vínculos precários, onde entregaram um abaixo-assinado com mais de 600 subscrições.

Ler artigo em: AbrilAbril http://bit.ly/2vnSljR

Anúncios