Membros das FARC indultados continuam a ser assassinados

Um membro das FARC-EP, indultado, foi morto a tiro no departamento de Antioquia. É o sexto em menos de três meses. Entretanto, 1300 presos do grupo guerrilheiro continuam em greve de fome nas cadeias colombianas, exigindo que lhes seja aplicada a Lei da Amnistia.

Ler artigo em: AbrilAbril http://bit.ly/2tyFtp4

Anúncios