SATU, SATU, para que nos servirias tu?

Isaltino continua a apostar no elevador deitado. Defendeu e continua a defender aquilo que só acumulou prejuízo. Em 2010 já a imprensa denunciava a falência (17milhões de acumulo de prejuízo).
E dizia alguém que me é próximo: “100 lugares de pé e 6 sentados? Está tudo dito! O que Oeiras precisa é de transportes públicos com qualidade!”

Este artigo encontra-se em: CONVERSA AVINAGRADA http://bit.ly/2tNuARY

Anúncios