Conversas com António Avelãs Nunes

_____________________________________________________

Um pouco por toda a parte, os germes do capitalismo foram-se desenvolvendo no seio da sociedade feudal, constituindo as revoluções burguesas o ponto culminante desse processo, ponto a partir do qual a implementação da nova ordem económica, social e política se acelerou, com base no controlo do poder politico pela burguesia. Nestas condições, a burguesia consolidou o capitalismo como sistema económico e social dominante. Este é o tema do livro A Revolução Francesa na história do capitalismo.

Avelãs Nunes em Do Capitalismo e Do Socialismo: Polémica com Jan Tinbergen republica uma polémica travada nos 1970s com Jan Tinbergen, primeiro Prémio Nobel da Economia, onde defende ser uma espécie de quadratura do círculo tentar separar o modo de produção capitalista da sua resultante acentuação das desigualdades, e discute os caminhos que existem para aqueles que entendem que o capitalismo não pode ser o fim da História.

À volta dos seus dois últimos livros – A Revolução Francesa na História do Capitalismo e Do Capitalismo e do Socialismo, polémica com Jan Tinbergen – ao jeito de tertúlia com a moderação de Sérgio Ribeiro , 11 e 12 de Julho.

Orientação:

Data :
Terça, Julho 11, 2017 – 17:00
Quarta, Julho 12, 2017
UPP Universidade Popular do Porto Rua da Boavista, 736 4050-105 Porto
Inscrições:
Secretaria da UPP Rua da Boavista, 736 T 226 098 641 geral@upp.pt

Tema:

Este artigo encontra-se em: anónimo séc. xxi http://bit.ly/2tWvlLa

Anúncios