Grande apoio à Venezuela bolivariana, rompendo o manto de manipulação

A estátua do «Libertador» em Lisboa foi testemunho da homenagem aos «pais fundadores da pátria» no 206.º aniversário da independência da Venezuela, esta quarta-feira. Gustavo Carneiro, do CPPC, sublinhou que a solidariedade é um contributo para «romper o manto de manipulação».

As comemorações, em Lisboa, do 206.º aniversário da independência da Venezuela, o Dia da Independência Nacional, ficaram marcadas por um acto protocolar, no início do qual os presentes guardaram um minuto de silêncio «em memória dos heróis da pátria». Seguiu-se a intervenção do embaixador em Portugal da República Bolivariana da Venezuela, Lucas Rincón Romero.

Ler artigo em: AbrilAbril http://bit.ly/2tJtA3J

Anúncios