Utentes e autarquias exigem unidade de saúde em Foros de Amora

Com cerca de 50 mil habitantes, a freguesia da Amora tem apenas um centro de saúde. A Câmara do Seixal, a Junta de Freguesia de Amora e a Comissão de Utentes de Saúde do Concelho do Seixal decidiram pedir uma reunião urgente com o ministro da Saúde para que se avance com a construção do centro de saúde nos Foros de Amora. Foi no passado dia 27 que as três entidades se reuniram para exigir uma unidade de saúde nos Foros de Amora, junto a um terreno cedido para o efeito pelo município. O presidente, Joaquim Santos, denunciou precisamente o facto de a Câmara do Seixal ter cedido um terreno para a construção desta infra-estrutura, «há cerca de 20 anos». Mas a construção, «que é uma responsabilidade do Governo», nunca chegou a avançar. Actualmente, a freguesia de Amora, com cerca de 50 mil habitantes, conta apenas com um centro de saúde, que não consegue dar resposta a estes e aos cerca de 15 mil utentes sem médico das freguesias de Fernão Ferro e da União das Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires. José Sales, da Comissão de Utentes da Saúde do Concelho do Seixal, alertou para o facto de a população precisar de mais equipamentos, mas também de mais médicos e de maior facilidade de acesso aos serviços de saúde. A Câmara do Seixal tem vindo a alertar os sucessivos governos para a […]

Ler artigo em: PORTUGAL / BRASIL – elcomunista.net http://bit.ly/2sjsmZ1

Anúncios