Férias com livros

Se for de férias leve este livro, mas se não for é imperioso que o leia, e, quando o ler não deixe de o recomendar. É um livro sério, bem documentado e mostra-nos figuras sinistras que ainda hoje por aí andam.
 
Histórias e segredos da violência política no pós-25 de Abril.
Quem foram as primeiras vítimas mortais da democracia? Por que razão foram assassinados Padre Max, Rosinda Teixeira e Joaquim Ferreira Torres? Quem protegia e que segredos escondia a rede bombista de extrema-direita? Como enfrentou o cônsul dos EUA no Porto o PREC? O que relatam os diários do norueguês baleado no Verão Quente de 1975? Como é que a Igreja mobilizou e abençoou a luta contra o «comunismo»? O que sabia a PJ sobre o terrorismo político e tudo o que nunca chegou a julgamento? Com recurso a centenas de documentos, entrevistas e testemunhos inéditos, esta investigação jornalística traz à luz do dia histórias secretas ou esquecidas do pós-25 de Abril. Quando Portugal ardeu e esteve à beira da guerra civil. (€ 18,80)

Este artigo encontra-se em: as palavras são armas http://bit.ly/2tlY3El

Anúncios