Que deslumbramentos ? E de quem ?
 Marcelo R  de Sousa  afirmou :Tivemos ontem com a Fitch a primeira boa notícia de uma agência de ‘rating’ ao fim de cinco anos e meio, mas é preciso não haver deslumbramentos, as pessoas manterem os pés assentes na terra, o trabalho continuar, primeiro porque é preciso confirmar a decisão definitiva da Fitch no fim do ano, depois porque há outras agências de rating a pronunciar-se, depois porque Portugal exige crescimento, emprego, mas redução da dívida e controle do défice, e este equilíbrio vai ter que continuar”, disse.
A quadratura do circulo tem limites a manter-se os condicionamentos do Pacto de Estabilidade , a pressão da dívida e do Euro . O alargamento do mercado interno sem descurar o mercado externo, no quadro de uma conjuntura favorável, tem permitido avanços significativos mas os constrangimentos mantém -se e os trabalhadores, o povo e os serviços públicos não podem ficar eternamente com aquele garrote .
 Os trabalhadores e o povo não se deslumbram . 
Não tenha  ilusões Sr Presidente da Republica , nem sobre o que os trabalhadores e o povo pensam das agências de rating , nem sobre a possibilidade de grandes êxitos com a quadratura do circulo .
CC

Este artigo encontra-se em: FOICEBOOK http://bit.ly/2sEG24z

Anúncios