No centro de preocupações…

Até às eleições no PSOE a Comissão e o BCE trataram a Espanha com pinças para apoiarem Rajoi
A Banca está segura diziam eles … Afinal:
“Dois dias depois da resolução de outro banco espanhol, o Popular – comprado por 1 euro pelo Santander, que terá agora de empreender um aumento de capital de 7.000 milhões de euros – a banca espanhola continua assim no centro das preocupações. 


“O Liberbank tem o mesmo tipo de problemas que o Banco Popular tinha, com um baixo rácio de cobertura, um rácio elevado de activos tóxicos e muitos activos duvidosos,” disse à Bloomberg o analista Nicolas Lopez, da Mercados y Gestion de Valores.



Para este especialista, as acções estão a incorporar o risco de um possível reforço de capital que o banco venha a ser forçado a fazer para aumentar o seu rácio de cobertura – a existência de activos líquidos de elevada qualidade para reagir a condições de stress de financiamento.

“O capital do Liberbank está em melhor situação que o do Popular (…). Mas se o Banco Central Europeu forçar o aumento do rácio de cobertura, poderá ter de incorporar perdas que obriguem a um aumento de capital,” acrescenta o analista. “Negocios

“O Liberbank não está na mesma situação que o Popular. Mas ambos têm níveis elevados de malparado e baixos níveis de cobertura,” disse por seu lado Daragh Quinn, analista na Keefe, Bruyette & Woods, ao Financial Times.

Este artigo encontra-se em: FOICEBOOK http://bit.ly/2scIa3A

Anúncios