A Banca

“A Banca e a economia portuguesa .”
“A economia acelera mais quando os bancos estão saudáveis. No entanto, a dimensão exagerada da banca e a sua má gestão não o permitiram.  Investiu-se mal pelo menos nos últimos 16 anos em Portugal e o encaminhamento do crédito para os setores menos eficientes (bens não transacionáveis, como a construção civil) acabou por contribuir para que a economia tivesse crescido menos 1,43 pontos percentuais por ano entre 2000 e 2015. Só neste último ano, o PIB seria superior ao observado em mais de 37,3 mil milhões de euros. Esta e outras conclusões estão contidas no livro “A Banca e a Economia Portuguesa”, da autoria de Carlos Tavares, ex-presidente da CMVM “
Pois é , são as virtudes da banca privada e do santo euro .
Aos autores faria-lhes bem ler : ” A crise bancária em Portugal ” de Tiago Cardão Pita e Diogo Baptista

Este artigo encontra-se em: FOICEBOOK http://bit.ly/2rCMpBW

Anúncios