O Papa e a sua gargalhda

O Papa

O Papa ri-se
Ri-se do quê?
De que se ri o Papa?

Ri-se de si?
Ri-se de mim?
Ri-se do Mundo?
Ou de quem tornou o Mundo assim?

“No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossas
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada”

Já não há vampiros?

Ah!, talvez seja essa a razão
da gargalhada

Este artigo encontra-se em: CONVERSA AVINAGRADA http://bit.ly/2qZrifB

Anúncios